Começa, agora!

 

“Most people have no idea of the giant capacity we can immediately command when we focus all of our resources on mastering a single area of our lives.” Tony Robbins

Agora, mais do que nunca, vivemos num mundo distraído. Ao gastarmos a maior parte da nossa energia naquilo que nos obrigam a priorizar, torna-se ainda mais difícil concentrarmo-nos no que realmente importa.

Para uma pessoa com dificuldades em focar-se, o desfecho geralmente passa por não conseguir alcançar os objetivos a que se propôs, ou demorar o dobro do tempo a lá chegar. Coisas e pessoas distraem-nos. Procrastinamos. Há muito ruído e, portanto, cabe-nos a nós filtrar e simplificar.

Fazer as coisas por nós é, ou deveria ser, grande parte da nossa motivação. Temos que ter capacidade de dizer “sim” àquilo que realmente nos acorda o espírito. Sermos capazes de ouvir o coração quando nos diz “eu tenho que” e ignorar o cérebro que muitas vezes nos diz “eu não posso” ou “eu não consigo”.

Objetivos curtos, mas fortes são a solução. Todos os dias, sem falhar, reservar tempo só e apenas para o que realmente nos interessa, para os nossos objetivos. E esta máxima, podemos aplicar em qualquer área da nossa vida, trabalho, relações ou desporto.

Manter uma visão clara do que se quer; valorizar o tempo e distribuir o mesmo de forma inteligente e astuta; organizar com antecedência; concentrar-se em menos, dar prioridade ao que realmente se deseja; continuar no caminho – deslizes e obstáculos todos os têm, a forma como lidamos com eles é que define o progresso; assumir compromissos, deixar que os outros trabalhem connosco e nos ajudem; começar, agora!

João Lopes.

6 Dicas para evitar o Envelhecimento Precoce da Pele

Sabemos, à partida, que todos nos vamos desintegrar um dia e que a velhice é inevitável (pelo menos por agora). Mas, também sabemos que existem cuidados que podemos ter, para retardamos o aspeto caquético e não tão charmoso que nos espera.

Para sabermos exatamente como podemos evitar a envelhecimento precoce, devemos estar cientes de que existem dois tipos de envelhecimento e que cada um tem as suas particularidades:

 

Envelhecimento intrínseco – na teoria, não podemos controlar de forma alguma porque se despoleta independentemente do que se passa à nossa volta. Está estreitamente ligado à genética e à perda de sincronização (cronobiologia – ritmo da pele). Acham mesmo que a vossa pele gosta de jet lag? 😄

 

Envelhecimento extrínseco – é altamente controlável, porque depende de nós. Envolve o tabaco, o stress, a falta de sono, má alimentação, medicamentos, tratamentos anteriores, o sol, a sogra (incrível como o Márcio tem mesmo poucas rugas!), entre outros.

 

Como são muitíssimo exclusivas as marcas que trabalham o envelhecimento intrínseco (se quiserem mais informação contactem-me), vamos cingir-nos ao envelhecimento extrínseco.

Aqui ficam algumas dicas para prolongarem no tempo esse aspeto invejável:

 

  1. Cuidar da pele

Sigam os passos do Tiago Marques e comecem desde cedo a proteger a vossa pele. Limpeza, tonificação e hidratação de manhã e à noite. Lembrem-se que é durante a noite que a pele tem mais espaço para se renovar e, por isso, não precisa do empecilho que são as impurezas que atraíram durante o dia. Para os mais profissionais, nunca dormir com base no rosto!!

Se o creme/loção que aplicam não tem fator de proteção UV, bora lá comprar um protetor solar para o rosto. O sol é amigo das rugas e das manchas.

 
Continuar a ler