Para lá dos boxers

no-access-71600_960_720

Lembras-te do quão viril te sentiste quando descobriste o primeiro pentelho na região sul? Na realidade, para alguns homens, este processo intensificou-se de tal forma que se descontrolou massivamente!

Pensar em lâminas perto da zona mais sensível do teu corpo pode ser aterrador, mas se nunca prestaste a devida atenção ao teu bem mais precioso, está na hora de o fazeres. Sem dúvida alguma, haverá sempre alguém que beneficiará indiretamente desta tua nova dedicação, mas acima de tudo, és tu quem sairá favorecido, seja por questões de higiene (controlo do odor), estéticas ou sexuais (aumento da sensibilidade).

A primeira coisa a fazer, antes de decidires avançar, é consultar as partes interessadas, para evitar reações negativas. Conseguindo o aval da tua parceira ou parceiro, está na hora de decidir se vais usar uma máquina de barbear elétrica ou tradicional. Embora a maior parte dos homens prefira a elétrica por questões de segurança, o uso da máquina tradicional traz sem dúvida mais suavidade, evitando desconforto (arranhões) na intimidade. A questão aqui é: quão firme é a tua mão? 😎 

Continuar a ler

Depilação Masculina

monocelha

No passado sábado, em conversa com uma das minhas irmãs e com a minha mãe, surgiu o tema tão entusiasmante que é a depilação masculina. Acredito que este tópico já te tenha assombrado algumas vezes e que tenhas um turbilhão de questões sobre o assunto. Por este motivo, senti-me compelida a alterar o tema inicialmente pensado para esta semana e iluminar as tuas possibilidades.

Algumas atividades ou profissões podem exigir determinados estilos, no entanto a maioria dos gostos femininos e masculinos recaem sobre o natural. O mais indicado será dar atenção a partes específicas do corpo, deixando as restantes para obrigações profissionais ou gostos singulares.

A primeira zona digna de merecer a tua atenção é a cara, mais concretamente as sobrancelhas. Não há nada mais deselegante num homem do que uma linha reta de pêlo ininterrupta por cima dos olhos (a afamada “monocelha”). Em segundo lugar, se por acaso estás em estado lobisomem, atenta também aos ombros e ao fundo das costas. Ao contrário do que possa parecer, não fica o peito com todo o estrelato.
Continuar a ler