Tipos de Bigode

No início do mês de fevereiro mudei-me de armas e bagagens para outra cidade e, porque o senhorio decidiu não querer investir na pintura, eu e o Márcio vivemos a dolorosa aventura (opinião desta inocente rookie) que é ser pintor. Na verdade, foi tão dolorosa quanto olhar para o rapaz alto, loiro e bem-constituído que frequenta o novo ginásio. Porquê? Porque o bigode que ele usa é tão pouco abonatório que me causa um certo desconforto ocular.
Como expectável, depois de me controlar emocionalmente, dei por mim a pensar que tipo de bigode lhe poderia ser mais favorável e decidi partilhar esta informação (confesso que tenho alguma esperança de que lhe possa chegar). Assim, vou deixar uns pequenos highlights sobre como deixar crescer um senhor bigode e ainda que espécie de adorno facial se adequa ao teu rosto. Vamos lá!

Como deixar crescer o bigode

Independentemente do tipo de bigode que procuras desenvolver (mais ou menos farfalhudo, estilo Mats Söderlund – Ghunter – ou um bigode completo) o truque é deixar crescer primeiro uma barba completa. Porquê? Porque é mais benéfico para a tua imagem carregar uma barba ligeiramente desmazelada durante umas semanas, do que carregar um lábio superior coberto de penugem.
Depois de um mês de pura adrenalina podes, finalmente, cortar a barba, deixando o bigode crescer por mais duas semanas (mínimo!). Logo que o teu bigode esteja finalmente com aspeto viril/volume suficiente é altura de o aparares e moldares ao teu gosto. No entanto, se a tua destreza não é brilhante, sugiro que entregues a responsabilidade a um profissional (barbeiro) para não teres que recomeçar o processo.

Tipos de bigode

Agora que estás pronto para o corte deves saber que, como a barba ou o cabelo, o bigode também é capaz de favorecer ou desfavorecer a tua imagem (como acontece com o loirito do ginásio) e, por isso, é imprescindível que tenhas algumas diretrizes em mente. Para facilitar o trabalho e aclarar suficientemente as ideias, ficam alguns desenhos e breves explicações:

 

Para finalizar, fica a achega de que à semelhança das barbas, também os bigodes exigem atenção, cuidado e compromisso. Basta decidires pensar no teu bigode como pensas no teu cabelo: shampoo e condicionador regularmente (inegociável) para manter a postura e cera para moldar ao teu estilo. Esta é a realeza do verdadeiro bigode. 😊

Paula Sampaio Duarte

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *